Pico Agudo: vale a pena tirar os pés do chão

Ao ar livre


Por Ana Mattos em 27/02/2020 às 16:21 hs

Pico Agudo: vale a pena tirar os pés do chão
Foto Divulgação: Pico Agudo Sports / Destino Mantiqueira

Sabe aquele sonho de voar? A pinhalense dona Maria Pinhá, aos 75 anos, provou que nunca é tarde para realizar. Em janeiro de 2019, da rampa do Pico Agudo, com 1.634 metros de altitude, ela fez um vôo duplo de paraglider com o instrutor Jeferson Neves.

Para a corajosa dona Pinhá, “a vida tem que ser assim, sem medo de viver. O que vale são as experiências que a gente leva.” E que experiência: ela sobrevoou Santo Antônio do Pinhal com direito a vista panorâmica da Serra da Mantiqueira.

pico1 pico2

Desde a década de 80, quando foi descoberto pelo vôo livre, o Pico tem sido frequentado por milhares de praticantes do esporte. Os voos duplos são realizados com instrutores homologados pela Confederação Brasileira de Vôo Livre (CBVL).

O local é administrado pela Associação de Vôo Livre do Pico Agudo (AVLPA).

É proibido acampar, deixar lixo e fazer fogueira. A entrada é gratuita. No entanto, nos finais de semana e feriados é cobrada uma taxa de preservação para estacionamento próximo ao cume: 5 reais por carro, 2 reais por moto e 10 reais por van. Veículos com placas da cidade estão isentos da taxa.

O acesso ao Pico é feito pelo Bairro Sertãozinho, em Santo Antônio. São 9 quilômetros de estrada até o cume – cerca de 20 minutos de carro e 3 horas de caminhada.

Aproveite a dica, seja para voar ou apenas apreciar a vista deslumbrante!

 

INFORMAÇÕES

Associação de Voo Livre do Pico Agudo - (12) 99157-1000

Voos duplos – Pico Agudo Sports: www.picoagudosports.com.br.



Deixe seu Comentário


 topo

Seja visto por milhares de pessoas diariamente

Cadastre-se agora em nosso portal e divulgue sua empresa. É grátis!